NASA: os hackers não 'comprometeram' nosso drone

NASA está afirmando que o drone USAF Global Hawk foi não hackeado, apesar das reclamações do grupo AnonSec .



Várias fontes informaram o contrário na segunda-feira, incluindo a própria AnonSec, dizendo que havia liberado 276 gigabytes de dados adquiridos de meses passados ​​na rede interna da NASA. Entre os dados estavam bits de informações pessoais de mais de 2.400 funcionários da NASA e mais de 2.100 registros de voos - bem como a alegação de que o AnonSec havia hackeado um drone USAF Global Hawk de $ 200 milhões e tentou lançá-lo no Oceano Pacífico.

O site NASA Watch (não afiliado à NASA) postou o que Oficiais de relações públicas de educação da NASA declarou segunda-feira:



O controle de nossa aeronave falcão global não foi comprometido. A NASA não tem nenhuma evidência que indique que os dados alegados hackeados são outra coisa senão dados já disponíveis publicamente. A NASA leva a segurança cibernética muito a sério e continuará a investigar todas essas alegações. A NASA se esforça para tornar nossos dados científicos publicamente disponíveis, incluindo grandes conjuntos de dados, que parece ser a forma como as informações em questão foram recuperadas.



O AnonSec postou esta renderização que mostra a trajetória de vôo que afirma ter sido engajada pelo drone antes que a NASA restaurasse o controle manual:

NASA Watch observa que a NASA, além disso, explica que seus sites Nossos Dados Abertos oferecem acesso e uso mais fácil dos dados da NASA por meio de ferramentas e experiências compartilhadas, com tais sites incluindo Open.NASA.gov , GitHub.com/NASA , Code.NASA.gov , Data.NASA.gov , e API.NASA.gov .

No momento em que este livro foi escrito, não havia menção ao AnonSec no site da NASA.