Justin Bieber nu emocionalmente em novo álbum

Justin Bieber está de volta. O galã canadense está realmente tendo um momento, seguindo o sucesso dos solteiros Where Are Ü Now and What Do You Sign? e uma performance com os olhos marejados no VMAs. Ele tentará manter o ímpeto quando lançar seu próximo álbum, Objetivo , em 13 de novembro. Mas o que podemos esperar de um artista que fez a transição do sugar pop para o R&B e agora para o EDM-lite?



Rastrear Bieber de volta aos seus dias de bebê o levará a um cantor totalmente diferente. Ele era apenas uma criança, embora com um talento vocal sério. Ele sempre foi o tipo ansioso, no entanto. On Baby, ele implora simplesmente: Pensei que você sempre seria minha.

Ele cresceu um pouco em 2012 Acreditar . Por um lado, sua voz caiu para a voz adulta mais familiar de hoje. Ele ainda não tinha a nuance de composição que ele tem agora, mas ele começou a mostrar uma complexidade crescente. Em Boyfriend, por exemplo, ele é convincente, não perdido: se eu fosse seu namorado, nunca a deixaria ir. O desespero do menino começa a dar lugar à confiança dos adultos (ou pelo menos dos adolescentes). E mesmo com uma voz pós-púbere, ele mantém seu alcance vocal e acerta em falsete ao longo da faixa.



Até os sucessos de 2015, o melhor resultado de Bieber foi a compilação de 2013 Diários . Ele largou o violão e abraçou a produção de R & B / hip-hop. Ele já havia trabalhado com rappers (Nicki Minaj, Ludacris, Big Sean e Drake), mas trazer R. Kelly para PYD e Future for What's Hatnin 'pareceu um passo real em direção a uma transição permanente - não apenas um convidado de grande orçamento pontos. Bieber teve vários co-escritores ao longo do projeto, mas o álbum soou como uma coleção de Justin Bieber , não apenas sucessos pop. Ele tropeça, como em Hold Tight quando canta, Quero você enrolado em meu braço como um relógio de pulso. Esses erros, no entanto, são cruciais para identificar o que é necessário e o que preenche ao escrever uma música memorável. Na mesma música - uma balada notável - seu gancho tem um duplo sentido: os lábios dela o segurando com força, mas ele também a encoraja a ficar com ele no passeio selvagem do amor. É uma jogada inteligente para um jovem compositor.



Seguindo Diários , ele parecia estar trabalhando em um álbum R&B legítimo. Ele postou uma série de clipes de estúdio no Instagram, incluindo uma colaboração com DJ Mustard que foi dada a Big Sean por I Don't Fuck With You.

guerra pelo planeta dos macacos ovos de páscoa

Bieber deu um pequeno hiato em 2014, guardando suas aparições para momentos mais embaraçosos, como seu infame Depoimento de processo capturado por TMZ . Diplo e Skrillex, no entanto, colocaram Bieber de volta em pé com Where Are Ü Agora, um banger de queima lenta que nunca chega a um clímax de queda.

Além da produção matadora, o que torna Where Are Ü Now tão memorável é o canto puro de Bieber. Ele não depende mais de falas descartáveis ​​que servem apenas para mostrar sua voz. Ele também sente menos necessidade de ser definitivo. Não está claro para onde foi o Ü de sua afeição, mas ela simplesmente não está mais lá. Ele mantém seus versos breves, dando uma visão suficiente (eu dei atenção a você quando ninguém mais estava prestando atenção) sem inundar o ouvinte com o porquê ou como exatamente ele precisa dela.



Ele manteve o ímpeto em O que você quer dizer? e trouxe Skrillex de volta para fornecer um pano de fundo cheio, mas arejado. Muita coisa acontece no fundo, mas as batidas eletrônicas de marimba não dominam a música. O tique-taque do relógio também é um lembrete sutil de que Bieber anseia sem expressar muito desespero. A música tem seus deslizes - Lena Dunham , entre outros, expressou sua desaprovação de Bieber. O que você quer dizer quando acena com a cabeça que sim, mas quer dizer não? - mas é liricamente coeso. Não existem símiles ou metáforas perdidas. Ele expõe suas preocupações, mas não se distrai de sua tese central. É uma música complexa que não pede apenas o amor de alguém. Ele pergunta como pode melhorar para entendê-la melhor.

A composição de Objetivo deve ser forte ao longo de Jason Poo Bear Boyd - que contribuiu muito para os singles de 2015 - continua a trazer o melhor de Bieber. Provavelmente também estará cheio de músicas amigáveis ​​ao EDM. Sem cair, as músicas de EDM de Bieber são agradáveis ​​de ouvir em um grande festival, no rádio ou apenas sozinho no quarto. Há um acúmulo emocional sem uma reviravolta chocante. Tal como acontece com as canções pop tradicionais, os refrões são os picos. Eles são divertidos de cantar, porém, não apenas enlouquecidos, como no trabalho solo de Skrillex. A suavidade da produção combina bem com sua voz ainda delicada, também.

Mesmo sem uma tracklist confirmada, Objetivo está se configurando como a hora de Justin Bieber ser levado a sério. Ele aprendeu com alguns erros públicos. Ele fez sua devida diligência na indústria pop. Ele pode inserir sua própria personalidade mais do que nunca em sua música. Ele tem voz desde os 13 anos. Finalmente é hora de ouvir com atenção.